Mirian Machado : In menoriam.

Aconteceu, Carrousel, Idoso em Foco

Mirian Machado, pernambucana, professora aposentada, membro da Igreja Presbiteriana da Boa Vista em Recife, Pernambuco. Aprove Deus chamá-la a Sua presença no dia 16 de junho de 2019, após um curto período hospitalizada.

Sou muito grato ao altíssimo por ter tido Miriam como irmã em Cristo, durante os 11 anos que pastoreei a IPB Boa Vista, em Recife/PE. No início foram períodos difíceis, mas ela sempre tinha uma palavra encorajadora para me motivar.

Como Secretária de Atas da Igreja era zelosa na construção dos textos das assembleias. E mais o Conselho lhe confiava a correção e estruturação das atas.

Conhecedora da Constituição da Igreja Presbiteriana do Brasil comunicava-me as correções quando eram necessárias.

Como voluntária estava presente todos os dias a Igreja, chegava pela manhã e saia a tarde, e lá ajudava a secretaria no produzir dos boletins dominicais. Possuidora de uma memória espetacular, conhecia o dia a dia da Igreja Presbiteriana como ninguém. Muitas e muitas vezes recorri a sua memória.

Foi minha parceira na edição do Livro “Memória” sobre as obras do Reverendo Jerônimo Gueiros, publicado em 2006. Ela foi responsável pela listagem nominativa dos membros da igreja no período de 1920 a 2006, um trabalho exaustivo nas atas do Conselho.  Quando informei que seria coautora do livro humildemente disse ‘que não precisava’, mas insisti e ela aceitou a parceria.

Sou grato ao Criador por ter me permitido a amizade e a confiança dessa serva de Deus enquanto pastor da IPBV; serva que viveu com fidelidade os princípios Bíblicos e Presbiterianos. Por isso, digo sem medo de errar.

Mirian combateu um bom combate, porque todo combate em Cristo é bom e isso ele soube fazer. Assim como o Apostolo Paulo, ela se ofereceu como libação até o seu último suspiro. Suspiro este que a levou para a presença do Pai.

Resta-me a saudade.

Não ouvirei mais a sua voz nos 18 de setembro, dizendo ao telefone: “Pastor, estou ligando para lhe desejar um feliz aniversário, que Deus continue lhe abençoando”.

Lamentei e entristeci-me, por não está Recife na segunda feira, 17 de junho. Soube da notícia quando estava no Aeroporto de Porto Alegre de volta para o Recife.

Rogo a Deus que console a família e aos amigos onde me incluo.

Deixe uma resposta