Diploma na parede

Diploma na parede

E Moisés foi educado em toda a ciência dos egípcios e era poderoso em palavras e obras. Atos 7:22.

Adriana uma jovem casada e com dois filhos, conseguiu, com muita luta, concluir os estudos em arquitetura numa Universidade Federal.
Um dia, cansada dos serviços domésticos, desabafou para o marido: “De que adiantou estudar tanto só para pendurar meu diploma na parede e ficar em casa cuidando de filhos!”
A frustração de Adriana é compreensível.

Será que Moisés, o grande líder do povo de Deus, também ficou frustrado ao analisar seus esforços?

Podemos dizer que Moises estudou na “Universidade Federal dos Faraós” no Egito, até os quarenta anos de idade, aprendendo tudo o que a cultura egípcia da época podia lhe oferecer.

Podemos imaginar que lá ele recebeu o ensino militar e popular. Creio que Moises estava preparado para liderar o povo de Israel e libertá-lo pela estratégia de revolta e de armas, se assim fosse a vontade de Deus.

Mas um dia, Deus chegou para Moisés e mostrou que o caminho não era esse, e lhe disse mais ou menos assim: vai para o deserto, cuidar de animais e esquece todo a cultura egípcia te ensinou.

Esse período de “esquecimento cultural” durou 40 anos! Deve ter sido muito frustrante para Moisés, creio que não foi nada fácil. Imagine esquecer as benesses do universo faraônico do luxo e dos prazeres terrenos.

Moisés vai para o deserto da Arábia. Em meio à solidão, e o cuidar de rebanhos, ele deve ter pensado: “Foi para isto que estudei tanto na melhor universidade existente?” Seu diploma não estava nem na parede.

No entanto, durante quarente anos Deus lhe ensinou algo que ele não havia aprendido na “Universidade dos Faraós”: ser manso. Após quarenta anos de novo aprendizado Deus o considerou “diplomado” na Universidade Divina” e assim ele foi colocar o aprendizado em prática. Libertar e liderar o povo de Israel.

Nesses quarenta anos Moisés se tornou “o mais manso, de todos os homens que havia sobre a Terra” (Nm 12:3). Com certeza o diploma de Moises não estava decorando a parede de sua tenda.

Sabemos que Deus usa pessoas com preparo acadêmico em Sua obra, isto é real, basta lembrar o apóstolo Paulo. Mas também sabemos que há casos em que é necessária uma desconstrução cultural para que a vida possa ser redirecionada ou acrescentada de novas experiências aprendidas na Universidade Divina.

Moisés podia ter assumido o status do “filho da filha de Faraó”, e certamente no futuro herdaria o trono do Egito, e hoje estaria sendo estudado pelos arqueólogos da série televisa Discovery, se sua múmia fosse encontrada, mas em Deus, optou em “ser maltratado junto com o povo de Deus” (Hb 11:24,25).

Lembre-se. Se seu diploma apenas decora a parede de sua sala, está na hora de buscar na Universidade Divina a aprovação de Deus, para se colocar a serviço do Seu reino. Pois, a escolha de Deus, mesmo que haja sofrimento, é melhor do que qualquer diplomação humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *