Uma carta de amor

Uma carta de amor

“amor jamais acaba; mas, havendo profecias, desaparecerão; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, passará”. 1ª Coríntios 13:8. Um certo Jornal americano pediu aos leitores que lhe enviassem suas cartas favoritas para publicação no Dia dos Namorados, dia em que as pessoas que se amam demonstram seu amor através de cartas, cartões e presentes. Uma mulher chamada Glória mandou uma carta que recebera em 1944, de um marinheiro e estava nas águas do oceano Pacífico. Ele escreveu: “Querida Glória, já está na hora de apresentar-me para você. Ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas já ouvi muito sobre você. Devo confessar que estou

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *