Um abismo chama outro abismo

Um abismo chama outro abismo

Aeroporto de Congonhas, São Paulo, 17 de julho de 2007, aconteceu o mais grave acidente da aviação brasileira. Um dia chuvoso, a pista molhada e um Air Bus 320, com quase 200 passageiros ao pousar não conseguiu frear e chocou-se contra um prédio da mesma companhia e explodindo. Estarrecido via aquela cena de destruição pela televisão. Na reportagem um especialista em aviação disse: “Um acidente é a somatória de pequenos erros que, isolados, não fariam nada.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *