Tristeza não tem fim?

Tristeza não tem fim?

Os meus olhos choram, não cessam, e não há descanso. Lamentações 3:49.

Diante das mortes provocadas pelo Covid-19, a letra de um antigo samba brasileiro diz: “Tristeza não tem fim, felicidade sim.” Analisando os resultados diários da pandemia do ponto de vista terreno e humano, não tem como não admitir que o poeta popular canta uma verdade incontestável. Depois do pecado e enquanto vivermos fisicamente estamos sujeitos ao pecado.
Caminhado ao nosso lado está a dor, a tristeza, o sofrimento, a dor, e as lágrimas.
Nós humanos nascemos, vivemos e morremos chorando, afinal todos nós passamos pelos sofrimentos da vida, em menor ou maior escala.

Não é difícil encontramos na Bíblia narrativas de muitos homens de Deus, que sofreram e choraram por vários motivos. Poe Exemplo.

Davi chorou durante sete dias pelo filho que teve com Bateseba, que adoeceu mortamente. Em outra ocasião, Davi expressou sua angústia mental: “Estou cansado de tanto gemer; todas as noites faço nadar o meu leito, de minhas lágrimas o alago” (Sl 6:6).
O povo de Israel chorava de saudades, “às margens dos rios de Babilônia” (Sl 137:1).
Os amigos de Jó, ao saberem da sua doença choraram.
Jacó, Esaú, José, Rute, Ezequias, Maria (irmã de Lázaro) em outros choraram, cada um pelos seus próprios sofrimentos.
Jesus Cristo chorou, em registro há pelo menos duas vezes: A primeira quando da morte de Lázaro (Jo 11:33, 35), e a Segunda no momento de sua entrada triunfal em Jerusalém (Lc 19:41), quando, por conhecimento divino, contemplou Jerusalém destruída.

Na cultura machista o choro entre os homens, é tido como uma demonstração de fraqueza; sendo só para as mulheres. O choro é uma necessidade diante de uma situação dolorosa, pois alivia a dor e a tristeza. Chorar alivia a alma, então chore sem constrangimento.

Querido. Interessante Jesus chorou em público, mas se quiser você pode chorar às escondidas, o importante é não reprimir o poder curativo do choro. Para nos libertar da morte eterna Jesus Cristo, não só derramou lágrimas, mas também Seu sangue remidor.

Portanto, com certeza na Sua volta nosso pranto se converterá em alegria, pois “na Sua salvação exultaremos e nos alegraremos” (Is 25:9). Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *