Tirai a pedra

Um grande amigo havia morrido e a distância entre ambos serviu de pretexto para que não ocorresse uma ação rápida. Passaram-se quatros dias para estarem frente a frente, um vivo e o outro morto. É bom lembrar que este encontro não teve a finalidade de uma visita funerária. Que lições podemos tirar até hoje? Leia o texto completo em http://idosonewsipb.blogspot.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *