Sua vida me pertence

Sua vida me pertence

Durante a Guerra Civil americana, um soldado no exército da União, caiu no sono durante seu plantão. Por esse cochilo a corte marcial o julgou e o condenou à morte.

Sua mãe procurou o presidente Lincoln e implorou pela vida de seu rapaz.

Lincoln foi ao cárcere e encontrou o jovem soldado.

Num tom de simpatia, e fez várias perguntas: – William, você dormiu? Sabe o que poderia ter acontecido se o inimigo marchasse sobre a ponte e matasse centenas de nossos rapazes?

Você foi julgado com justiça? Você merece morrer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *