Paladar e olfato

A língua sofre alterações em sua estrutura com o envelhecimento. As papilas gustativas ficam diminuídas o que consequentemente acarreta a alteração na preferencias de sabores na alimentação (MORAES & AZEVEDO, 2016)..

O idoso passa a preferir alimentos mais salgados e doces por ser o sabor mais perceptível ao seu paladar. Outro fator que influencia a preferência pelo sal e açúcar é a mudança na alimentação devido o surgimento das doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, já que com a redução do salgado e doce nas refeições tendem ao um sabor amargo e azedo (MORAES & AZEVEDO, 2016).

Alterações do corpo no envelhecimento Cuidando em casa: guia básico de cuidados ao idoso O olfato é um sentido importante na construção dos sabores dos alimentos e por sua vez também há uma redução das glândulas olfativas na velhice. Desta maneira, o idoso pode ter como consequência a redução do apetite e percepção de cheiros no ambiente (MORAES & AZEVEDO, 2016).

A seguir, Moraes & Azevedo (2016) ressalta algumas estratégias que o cuidador pode utilizar para compensar estas mudanças no paladar e olfato: • Oferecer alimentos coloridos e uma refeição bonita aos olhos; • Utilizar de temperos e ervas naturais para realçar o sabor dos alimentos; • Atentar para a temperatura adequada dos alimentos; • Incentivar ou realizar a higiene oral corretamente, não se esquecendo da limpeza da língua; • Atenção aos odores que oferecem risco ao idoso como o de gás, mofo e alimentos estragados.

Fonte: Cuidando em Casa – UFV.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *