Onde estamos no Orçamento Federal de 2023?

A Proposta Orçamentaria do Governo Federal para 2023, prevê a correção do Teto de Gasto. E onde estamos, como pessoa idosa, no partir do bolo orçamentário?
Pelo que foi divulgado pela Agência Câmara, o montante previsto para Assistência Social é de R$ 84,2 bilhões que será compartilhado pelos Benefício de Prestação Continuada (BPC) que atende cerca de 2,3 milhões de idosos e o Renda Mensal Vitalícia (RMV), que, atende 2,8 milhões de pessoas com deficiência; juntos esses dois programas vão beneficiar 5,1 milhões de brasileiros.

Sem contar que para o Programa Auxílio Brasil (transferência direta de renda) está previsto o montante de R$ 105,7 bilhões e vai beneficiar 21,6 milhões de famílias em situação de pobreza extrema. Já para o Auxílio Gás está previsto a importância de R$ 2,2 bilhões, e vai beneficiar 5,7 milhões de famílias brasileiras.

Segundo as previsões. Estima-se que no ano de 2023, sejam incorporados, 6 milhões de cidadãos à Previdência Social; e para suprir o Regime Geral de Previdência Social (RGPS), o orçamento prevê para 2023, recursos no valor de R$ 834,9 bilhões.

Vale salientar que pelas regras do Teto de Gastos, o Governo Federal, só pode aumentar as suas despesas pela variação da inflação anual, mas tem a liberdade de remanejar verbas dentro de programas específicos para que outros sejam beneficiados.
Esperamos como pessoas idosas aposentadas e beneficiadas não sejam atingidas por algum acidente de percurso em remanejamento de verbas.

Fonte: Agência Câmara de Notícias/ Reportagem: Sílvia Mugnatto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *