O Rei dos reis: uma reflexão no Salmo 2º

Queridos. Hoje estamos diante da Palavra de Deus para explorarmos as profundezas do Salmo 2º.

O Rei dos Reis: Uma Reflexão sobre o Salmo 2º

Queridos. Hoje estamos diante da Palavra de Deus para explorarmos as profundezas do Salmo 2º. Este salmo é uma expressão poderosa da soberania de Deus e da exaltação do Seu ungido, o Rei dos reis, nosso Senhor Jesus Cristo.

Vamos mergulhar nesta maravilhosa porção das Escrituras e deixar que ela nos conduza a uma compreensão mais profunda do reinado divino e do nosso relacionamento com o Rei eterno.

A Rebelião dos Reis da Terra. O Salmo 2º começa com uma imagem impressionante da rebeldia dos reis e governantes da terra contra o Senhor e contra o Seu Ungido. “Por que se amotinam as nações e os povos tramam em vão?”

Aqui vemos a natureza pecaminosa da humanidade, que se levanta em oposição ao governo divino. Apesar de suas conspirações, Deus permanece no trono e ri do ímpio em Seu desprezo.

Apesar da rebelião dos homens, Deus estabeleceu o Seu Rei sobre Sião, o Seu santo monte. Ele declara: “Eu mesmo consagrei o meu Rei sobre Sião, meu santo monte” . Este Rei não é outro senão o próprio Filho de Deus, Jesus Cristo, que veio ao mundo para reinar sobre todas as nações. Sua autoridade é suprema e Sua justiça é imutável.

O Salmo 2 também contém uma exortação aos reis e líderes da terra para se submeterem ao Senhor com temor e tremor. “Servi ao Senhor com temor e alegrai-vos nele com tremor”. Esta é uma chamada à reverência diante do Deus Todo-Poderoso, reconhecendo Sua supremacia sobre todas as coisas. Aqueles que resistem ao governo divino estão destinados à destruição, mas os que se submetem a Ele encontrarão bênção e segurança.

O Salmo termina com uma palavra de esperança e encorajamento para todos aqueles que buscam refúgio no Rei divino. “Bem-aventurados todos os que nele confiam”. Neste Rei, encontramos salvação, proteção e amor eterno. Ele nos recebe em Seus braços com graça e misericórdia, concedendo-nos vida abundante aqui na terra e a esperança da vida eterna.

Queridos. O Salmo 2º, nos convida a contemplar a majestade do Rei dos reis e a render-Lhe o nosso louvor e adoração.

Que possamos reconhecer a soberania de Deus sobre todas as coisas e nos submetermos humildemente ao Seu governo amoroso.

Que busquemos refúgio no Rei divino, confiando plenamente em Sua provisão e proteção em todas as circunstâncias.

Que Ele reine supremo em nossos corações e em toda a terra, até que Ele venha novamente em glória, amém

Ministração. Rev. Pinho Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *