O Pecado da Presunção

O Pecado da Presunção

Também da soberba guarda o teu servo, que ela não me domine; então, serei irrepreensível e ficarei livre de grande transgressão. Salmos 19:13. Davi chama os “pecados de presunção” de “grande transgressão”. A presunção é ainda conhecida como orgulho no seu mais alto grau, vaidade e soberba.
Conhecendo a gravidade desse pecado Davi orava ter uma libertação absoluta desse defeito.
A presunção, é apelidada de “grande transgressão”, e a tolerância de Deus é zero, pois Ele odeia o pecado.
A presunção habita o caráter e se revela na confiança própria de forma demasiada.

O presunçoso é aquele que diz: “Fica onde estás, não te chegues a mim, porque sou mais santo do que tu” (Is 65:5).

Aparentam muita espiritualidade no meio dos irmãos e/ou na igreja. Isto é santíssimo nas atividades eclesiásticas, no emprego, é dizimista, sempre na igreja aos domingos, mas no oculto humano seus atos e comportamento contradiz com a Palavra de Deus.

O presunçoso é como o fariseu da parábola (Lc 18:11,12). Feliz consigo mesmo, detona os ladrões, os injustos e adúlteros, e coloca o publicano de quebra em sua balança moral.

Enquanto o publicano esmagado e humilhado, orou dizendo: “Ó Deus, tem misericórdia de mim, pecador”. Resultado o humilhado saiu exaltado e o fariseu presunçoso saiu do templo humilhado.
Infelizmente as nossas comunidades eclesiásticas estão representadas por fariseu e publicano.

A qual você pertence?
Sua resposta deve ser estritamente pessoal, sincera.

Queridos. Precisamos ter cuidado, porque o mal que fez Pedro cair e excluiu o fariseu da comunhão com Deus, torna-se ruína de milhares de pessoas nos dias de hoje.

Se pudéssemos classificar os atos pecaminosos diríamos que a presunção e o orgulho é o que menos traz esperança mudança; e tão perigoso ao espírito humano, além de ser uma ofensa a Deus.

A presunção é um dos defeitos de caráter dos mais graves. Os instrumentos de cura, passam oração, humildade, comunhão e fé nas promessas divinas.

Lembre-se. Pedro venceu o pecado da presunção, e nós também poderemos vencê-lo, pois Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes (Tg 4,6). Amém.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *