O idoso e a vida de oração

Carrousel, Idoso em Foco, Reflexão

. “Onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, ali estou no meio deles”. Mateus 18,20.

A caminhada na vida cristã depende de como almejamos chegar perto da estatura do homem perfeito. Para isso vários fatores se unem para ajudar nesta caminhada, um destes fatores é a oração. Temos a experiência de que as pessoas idosas caminham bem por essa estrada. Os colegas pastores informam que o maior número de frequentadores aos cultos de oração são pessoas idosas.

É importante lembrar que a via da oração é de mão dupla onde o falar e o ouvir não podem serem desassociados, isto é, eu falo com Deus e devo escutar a resposta de Dele. A longevidade como bênção de Deus é uma estrada que nos leva a buscar a consagração.

Como toda estrada, vamos encontrar apelos que tentam nos desviar da meta. Apelos que se revelam como mágoa, ressentimento, orgulho, presunção, relutância em perdoar, intolerância, desonestidade, desentendimentos.

Essas coisas provocam desvios da consagração de vida e desviam a nossa oração impedindo-a de chegar a presença divina haja visto que “nossas iniquidades fazem separação entre nós e o vosso Deus”, como escreveu o profeta Isaias.

A presença de Jesus no momento de nossa oração produz harmonia entre os adoradores. Na igreja primitiva os cristãos oravam com intrepidez e com fé e assim faziam porquê de forma inabalável tinha a certeza da ação de Deus em seu meio.

O objetivo da reunião de oração é orar e nenhum outro objetivo deve ser incorporado. A recomendação é que o emocional não supere a tranquilidade e a paz, que deve ocupar o momento de adoração. A oração deve ser momento prazeroso onde falamos com Deus e escutamos a Sua voz.

Na reunião de oração cantamos louvores, e devemos agradecer mais do que pedir. Nós idosos, precisamos exercitar mais a nossa fé a todo instante. Não tenha medo de pedir prodígios.

Se oramos à semelhança dos primeiros cristãos, poderemos até experimentar o que eles experimentaram, mas para que isso aconteça temos que vida de comunhão com Deus e com os irmãos. Como idosos precisamos perseverar unânimes em oração.

Deixe uma resposta