Um novo coração

Carrousel, Reflexão

Um novo coração
“Então, aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei. Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne”. Ezequiel 36:25, 26

Já ouvir muitas pessoas falarem da necessidade de si ter um novo coração.
É possível que muitos repitam a frase “um coração novo” como em um jargão se saberem o que significam estas palavras, principalmente os mais jovens, pois acham que “um coração novo” é mudança de sentimentos.
“Um coração novo” não é conversão. Conversão é nascer de novo (Jo 3,7).
Há pessoas que pensam, que por terem experimentado êxtase de sentimentos, estão convertidas, mas suas vidas não mudam, seus atos continuam os mesmos.
São vidas que não mostram bons frutos, apesar de orarem constantemente, mas os seus sentimentos estão ligados ao passado. Na realidade não vivem, a vida nova em Cristo Jesus.
São pessoas iludidas por si mesmos.
Suas experiências não vão além de sentimentos.
Edificam sobre a areia e, ao sopro dos ventos da adversidade, a vida é demolida.
Quando Jesus falou do ‘novo coração’, Ele se referiu à mente, à vida, ao ser todo.
Ter “um coração novo” é retirar os desejos para o mundo, e uni-los a Cristo.
Ter “um coração novo” é possuir o Espírito Santo, novos propósitos, e novos motivos de vida. Vida transformada é o sinal de “um coração novo”.
Na vida transformada há um morrer do egoísmo e do orgulho constantemente.
“Um coração novo” nos torna estritamente fieis em nosso relacionamento com Deus e com o próximo. Nos toma sinceros segmentos de Cristo que nos habilita a usar os nossos dons e talentos no serviço do Reino de Deus.
Queridos “um coração novo” introduz princípios divinos a vida e iguala o mais humilde servo de Deus na terra ao mais elevado de Seus servos nos céus.

Deixe uma resposta