Mistério do Natal: ouro, incenso e mirra.

Carrousel, Reflexão

“E abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra”. Mt. 211.

A reação das pessoas na época que Jesus nasceu foram diversas. Por exemplo, os escribas e fariseus ficaram indiferentes, pois nem o que estava acontecendo. Infelizmente, ainda hoje há pessoas religiosas ou não que são indiferentes a Cristo e ao seu Natal.

Nas comemorações natalinas o aniversariante fica perdido na agitação da época. Em muitas situações Ele é encoberto pela presentes, ceias de natal e pela árvore de Natal. Fica abandonado nos meios da correria.

Naquela época houve quem se opusesse a Ele, como também há quem se oponha ainda hoje. Se Herodes e os soldados romanos se sentiam ameaçados pela chegada do Rei nascido, hoje Jesus ameaça muitos projetos e planos pessoais. Herodes mandou matar as crianças hebreias com menos de dois anos. Ele não queria correr nenhum risco de ter seu trono fosse ameaçado.

Há pessoas hoje, nesta época de Natal, que não lhe darão o trono do coração, fazendo tudo para manter o controle.

Uma outra reação para com Jesus está com os magos do Oriente que lhe trouxeram presentes. Aqueles sábios se prostraram aos pés de Jesus para adorá-Lo. Homens e mulheres sábios adoram Jesus, hoje. O evangelho de Mateus diz: “E, abrindo os seus tesouros, entregaram-lhe suas ofertas: ouro, incenso e mirra.” Mt. 2,11.

O ouro é um presente para um rei. Representa os bens materiais. No Natal, devemos reconhecer que é do Senhor “todas as nossas posses, pois Tu és o meu Rei.” O incenso é um presente para um sacerdote. Era usado pelos sacerdotes no Templo. Natal, é momento para nós nos ajoelhamos e declaramos: “Jesus, Tu és o nosso Sacerdote. Tu intercedes por nós. Tu apresentas tua justiça perfeita diante de todo o Céu, em lugar do nosso enorme fracasso.” A mirra é um presente para quem está para morrer. É um unguento antigamente utilizado nos serviços funerários.

No Natal, reconhecemos que Jesus: é o nosso Salvador. Que ele também é o nosso justo Redentor que morreu por nós. Então alegre-se, hoje! Pois é momento de comemorar. Tenho-O com Salvador. O busque como Sacerdote e o reconheça como Rei. Não há presente maior que ter Jesus no coração.

Deixe uma resposta