LUZ E SALVAÇÃO

Carrousel, Idoso em Foco, Reflexão
O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor é a fortaleza da minha vida; a quem temerei? Sal. 27,1.

Um empresário conhecido, atravessava seu pior momento financeiro, pois nada dava certo para ele. Já havia feito todos os ajustes necessários para tirar a empresa do sufoco, mas parecia inútil.
Declarou – “Precisava passar por esta provação para saber que meu cristianismo e a minha confiança em Deus não passavam de mera teoria” – expressou angustiado. “Confiar em Deus quando a empresa crescia era fácil. Mas, hoje, que estou à beira da falência, compreendo que nunca fui um bom cristão” – concluiu.

Você já experimentou o desânimo em momentos difíceis da vida?
O verdadeiro cristão nunca fraqueja?
Sua fé permanece inabalável em meio à tormenta?
Questionamentos assim invade sua mente, sua alma, o seu ser?

Talvez você tenha que ler todo o Salmo 27.
Na devocional de hoje uso apenas o verso um. O salmista expressa nele toda a sua confiança em Deus. “O Senhor é a minha salvação; de quem terei medo?” pergunta. “O Senhor é a fortaleza da minha vida; a quem temerei?”, indaga.
Que confiança!

Os primeiros seis versículos deste salmo são declarações extraordinárias de confiança em Deus. “Ainda que um exército se acampe contra mim, não se atemorizará o meu coração; e, se estourar contra mim a guerra, ainda assim terei confiança”, declara o salmista no verso 3.

Mas, de repente, no verso 7 acontece algo estranho. Toda aquela confiança desaparece. Na segunda metade do salmo, encontramos um Davi medroso: “Ouve, Senhor, a minha voz; eu clamo, compadece-Te de mim e responde-me.”

O que aconteceu com toda a confiança da primeira parte? Nada. Estava ali, no mesmo lugar. Só que o coração do salmista é um coração humano, como o seu e o meu. Tão humano quanto o de Jesus na cruz do Calvário, ao perguntar ao Seu Pai: “Por que Me desamparaste?” Mat. 27:46.
O Pai não O havia desamparado.
Assim como não abandonou Davi em meio à tribulação e como não abandonará você nunca, embora seu coração, às vezes pressionado pela dor e sofrimento, sinta que Deus não se lembra de você.


Conselho do Ancião – Por isso, hoje, não importa se tá tudo bem ao seu redor, ou estejas cercado pelo vale da sombra da morte com tormentas aparentemente invencível. Ore ao Senhor dizendo: “O Senhor é a minha luz e a minha salvação; de quem terei medo? O Senhor é a fortaleza da minha vida; a quem temerei?”

Deixe uma resposta