Lembranças que o Natal desperta

Lembranças que o Natal desperta

Aconselho a leitura do texto do Evangelho de João 1,11. Na antiga Roma se comemora o Sol. Sol este que era adorado como deus porque propicia ao homem a possibilidade de vida através de sua luz e do seu calor. Sol que é a para o luz do mundo enquanto brilha.
Em Israel, está semana se celebra o dia do Chanukah (Festa das Luzes). O Chanukah é celebrado durante 8 dias, em  comemoração a vitória histórica dos Macabeus , depois de três anos de rebelião contra o domínio greco-assírio e seus adeptos helenizantes.
Após a restauração do Templo de Jerusalém, eles acenderam o Candelabro de Ouro (Menorah) com azeite puro suficiente para apenas um dia, mas milagrosamente ele permaneceu aceso por oito dias até providenciarem novo azeite puro. Para recordarmos esse milagre, acendemos na Chanukiyah uma vela na primeira noite, acrescentando uma vela em cada um dos próximos sete dias.
No Mundo Ocidental estamos rememorando o nascimento de Jesus, enfeitasse as casas com luzes como o chanukar, com estrelas como o sol, as igrejas O exaltam porque tudo é alegria, tudo é festa. Mas há aspectos bem diferentes estão diante de nós e não nos apercebemos do que pode estar por traz desta data.  Assim como os romanos e judeus não perceberam disso, hoje muitos de nós estamos na mesma situação. Jesus é a Luz do sol romano, Jesus é luz do menorah judeu porque Ele é a LUZ DO MUNDO.
Cristo rejeitado pelos antigos. Dele falou Moisés, Jacó, Davi chegou a cantar os seus sofrimentos e glórias. Isaías traçou todo o seu perfil, Miquéas falou de sua naturalidade no entanto Cristo veio para os seus mas os seus não O receberam.
Cristo rejeitado hoje. As boas novas de salvação estão sendo anunciadas hoje aos homens mas não estão  sendo ouvidas ou aceitas porque a preferencia é por festa, ceia e enfeites. De que vale viver a piedade do espirito natalino se o natal for apenas uma festa? Se Jesus continua na manjedoura certamente não vivemos o natal mas se de lá saiu para habitar o nosso coração certamente sabemos o significado do natal.
Para nos só haverá um feliz natal se formos transportados até Belém pelo Novo Nascimento e assim seguiremos para a Nova Jerusalém.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *