Idoso hidratado é idoso saudável

Hoje, a nossa coluna CUIDANDO EM CASA vai tratar da hidratação da pessoa idosa. Idoso hidratado é idoso saudável

A hidratação adequada é crucial para a saúde dos idosos, visto que a desidratação pode levar a problemas graves, incluindo infecções do trato urinário, pedras nos rins, hipotensão, entre outros. Com o envelhecimento, a sensação de sede pode diminuir, e isso faz com que muitos idosos não bebam líquidos suficientes durante o dia. Além disso, condições médicas e certos medicamentos podem aumentar o risco de desidratação.

Aqui estão algumas dicas sobre os cuidados que a família deve ter com a hidratação do idoso:

Incentivar a ingestão regular de líquidos – Encorajar a ingestão de líquidos ao longo do dia, mesmo que o idoso não sinta sede. Oferecer líquidos que o idoso goste, o que pode incluir água, sucos naturais, chás, e até sopas e caldos.

Facilitar o acesso a líquidos – Manter uma garrafa ou copo de água sempre ao alcance, especialmente se o idoso tem dificuldade de locomoção. Em ambientes fora de casa, como em passeios ou consultas médicas, lembre-se de levar uma garrafa de água.

Monitorar a ingestão de líquidos –Acompanhar quanto líquido o idoso está consumindo ao longo do dia pode ajudar a garantir que ele esteja se hidratando adequadamente. Estabelecer metas diárias de hidratação, adaptadas às necessidades individuais e conforme orientação médica.

Estar atento aos sinais de desidratação –Sinais como boca seca, cansaço, tontura, diminuição da quantidade ou escurecimento da urina, e constipação podem indicar desidratação. Ao notar sinais de desidratação, é importante aumentar a ingestão de líquidos e, se necessário, consultar um médico.

Adaptar conforme as condições de saúde –Alguns idosos podem ter restrições de líquidos devido a condições de saúde específicas, como insuficiência cardíaca ou renal. Nestes casos, é fundamental seguir as orientações médicas sobre a quantidade de líquido a ser ingerida.

Promover uma dieta rica em frutas e vegetais –Alimentos com alto teor de água, como frutas e vegetais, podem contribuir para a hidratação geral.

Educação e conscientização –Informar o idoso e os cuidadores sobre a importância da hidratação e os riscos associados à desidratação.

Manter uma comunicação aberta com profissionais de saúde e seguir suas orientações é fundamental para adaptar essas dicas às necessidades específicas de cada idoso. Promover um ambiente de cuidado e atenção pode fazer uma grande diferença na manutenção da saúde e bem-estar dos mais velhos.

Matéria produzida pelo Núcleo de Reportagem da Repapi para o Portal Idosonews.com. O conteúdo do portal Idosonius.com é aberto, e pode ser reproduzido, desde que a fonte “Portal Idosonews.com” seja citada,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *