Idosa recebera de banco 10 mil reais de indenização.

Idosa recebera de banco 10 mil reais de indenização.

Salvador/BA. O magistrado da 19ª vara de Relações de Consumo de Salvador/BA, o juiz Moacir Reis Fernandes Filho, condenou um banco por taxas de juros abusivas sobre empréstimo compulsório realizado por uma idosa.

A condenação determina que o banco deve corrigir o índice da taxa de juros ao percentual correto, compensar os valores já pagos a mais, e deve indenizar a idosa em R$ 10 mil reais.

A idosa entrou em juízo contra a instituição financeira porque ela havia aplicado de forma abusiva a taxa de juros em empréstimo consignado contratado pela reclamante.

Verificamos mais um ato de violência financeira contra a pessoa idosa. O banco aplicou sobre o empréstimo consignado a taxa de juros que variava entre 2,70% e 3,00% ao mês, quando o percentual que deve ser aplicado aos aposentados do INSS é de 1,90% ao mês

FONTE: Processo: 8044502-69.2020.8.05.0001 https://www.migalhas.com.br/arquivos/2021/4/CB066933303C2B_emprestimo-.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *