Idosa de 103 anos, bate record e é medalha de ouro

Carrousel

Idosa de 103 anos, corredora tem recorde e recebe medalha de ouro. “O Furacão”, é como Julia Hawkins, tem o apelido que faz jus a sua capacidade de atleta, pois a idosa ganhou nesta semana a medalha de ouro na categoria de “100 anos e mais” dos Jogos Seniores de 2019, em Albuquerque, EUA. A atleta, Julia correu os 100 metros em 46,07 segundos, uma pontuação excelente, apesar de não ser seu melhor recorde.

Júlia é a atleta feminina mais velha na competição formalmente em uma pista americana, é o que afirma a organização que hospeda os eventos da olimpíada para os atletas de 50 anos ou mais.

Atitude de vida –Julia Hawkins, além de atleta, ocupa seu tempo trabalhando no jardim de sua casa em Louisiana, ela coleciona todas suas medalhas de ouro acumuladas anos após anos.
O sentimento de Julia, é somente de gratidão quando afirma que: – “Quando você tem 103, todo dia é um milagre. Eu continuo me levantando e estou aqui de novo “.
-“Estou ocupada, estou em movimento, não faço exercícios especiais, fiz isso no passado, mas agora não acho que precise.”

Trajetória de grandes vitórias:
Julia Hawkins, já conquistou inúmeras vitorias, há pelo menos dois anos na mesma competição e teve um recorde mundial nos 100 metros, mínima de tempo de 40 segundos, e seu desempenho foi publicado na época no Só Notícia Boa.
A atleta conseguiu um recorde nos 50 metros com um tempo de 21,06 segundos contra as adversárias mais jovens que ela.
De acordo com a Associação Nacional de Jogos para os Idosos- Ela é a maior de todas as mulheres que competem nos Estados Unidos .
Julia Hawkins começou a correr aos 101 anos de idade, e se tornando um exemplo para o mundo. Antes ela pedalava, onde recebeu vários títulos e determinou correr quando o ciclismo se tornou muito difícil.

https://sabedoriapura.live/2019/10/20/idosa-de-103-anos-corredora-tem-recorde-e-recebe-medalha-de-ouro/?fbclid=IwAR3zxXrwYNFx6yvVTxIjv4yNsBPZ5RozgKU_xMgZjECCXoBv2vJO6wC-6X8
Créditos


Deixe uma resposta