Envelhecimento. Sem Canseira e Enfado

Carrousel, Idoso em Foco

Salmo 90,10: “Todos os dias de nossa vida podem chegar a 70, ou se se tem vigor, a 80 anos. Neste caso, o melhor deles é canseira e enfado.”

No geral quando falamos de envelhecimento com qualidade estamos nos referindo a uma vida saudável do ponto de vista físico, emocional e espiritual. As recomendações para um envelhecimento com qualidade vêm acompanhadas de promessas de qualidade de vida para o presente e o futuro. Pois é na juventude que decidimos a qualidade de vida na velhice.

Essas recomendações são boas e ajudam na autoestima e a pensar em preparar o envelhecimento, mas ficar só nas recomendações não adianta muita coisa. Precisamos transformar as recomendações em vida saudável em todos os aspectos. Para uma vida física e emocional saudável precisamos da Palavra de Deus. A Bíblia ensina como manter o espírito saudável e isto é importante e prioritário, pois o espírito doente adoece o corpo.

Canseira e Enfado – Palavra bem conhecida do Salmo 90,10: “Todos os dias de nossa vida podem chegar a 70, ou se se tem vigor, a 80 anos. Neste caso, o melhor deles é canseira e enfado.” Este versículo não deve ser entendido como uma sentença divina. Isto é, ao alcançarmos a maturidade vamos temos que sofrer com canseira e enfado.

Depois do diluvio Deus determinou que o homem vivesse 120 anos, mas teve pessoa que viveram bem mais. O próprio Moisés que escreveu este texto viveu 120 anos e aos 80 anos comandou o êxodo hebreu.

Sabemos que o envelhecimento produz enfado e canseira. Mas, Se pautarmos a longevidade apenas no verso 10 do Salmo 90, com certeza a nossa longevidade será um poço de lamurias.

Mas. Lemos no Salmo 91,16 lemos o seguinte: “Saciá-lo-ei com longevidade e lhe mostrarei a minha salvação.” Deus não nos saciará (dar) com dias de vida para vivermos cansados e enfadados. Deus não deleita com os nossos sofrimentos.

No Salmo 92,14-15 temos a resposta porque Deus nos dá a benção da longevidade, diz o texto: “Na velhice darão ainda frutos, serão cheios de seiva e de verdor, para anunciar que o Senhor é reto.”

Longevidade: “com canseira e enfado” ou “seiva e verdor”?  Queridos. “canseira e enfado” no envelhecimento não é uma sentença. Não é uma condenação. O Salmo 90.14 releva: “Farta-nos de madrugada com a tua benignidade, para que nos regozijemos, e nos alegremos todos os nossos dias”. Mostra outra possibilidade de envelhecer com qualidade.

Quando o Salmo 90 mostra a “canseira e enfado” está relatando que os sofrimentos aos 70, 80 anos são consequências dos anos anteriores; são resultados de escolhas feitas no passado, pecados e transgressões.

Uma leitura mais acurada no salmo revela as causas da “canseira e enfado”. Essas causas são apontadas no verso 8 do Salmo 90: “Expuseste as nossas faltas diante da tua face e diante do teu rosto luminoso, nossas coisas ocultas.”

O enfado e canseira na longevidade têm relação com as “faltas e coisas ocultas”; que são coisas que adoecem o espírito e provocam separação entre homem e Deus. Esta separação causa lutas, sofrimentos, enfado, canseira, distanciamento do Senhor e infelicidade.

Quando nos aproximação do Senhor as nossas faltas são reveladas e também a brevidade da nossa vida: “Porque tudo passa rapidamente e nós, voamos” (v. 10). Revela, finalmente, que os anos passados longe da face do Senhor são anos de pesar. Isso mostra a relação de causa e efeito entre as escolhas hoje e a qualidade de vida na maturidade.

Mostra-nos como contar – Na Bíblia encontramos sempre palavras de salvação e conforto: “Mostra-nos como contar os nossos dias acertadamente a fim de que nosso coração alcance sabedoria.” (Salmo 90.12). Outra vez “canseira e enfado” não é uma sentença eterna. Pelo contrário, enfado e canseira são totalmente evitáveis. Todos podem evitar.

Como proceder?

Primeiro – É preciso ter disposição para aprender (Ensina-nos). O constante aprendizado junto ao Senhor e sua Palavra são benéficos.

Segundo – As palavras de Moisés revelam que quando um coração está disposto a reconhecer que fez escolhas erradas (nossas faltas e coisas ocultas) e que deseja aprender a “contar os dias corretamente”. Contar os dias de maneira acertada equivale a viver os dias de maneira justa, correta.

Essa disposição em aprender se manifesta nas palavras: Ensina-nos; Volta-te; Sacia-nos; e Alegra-nos. Expressões que mostram a disposição de alguém em aprender do Senhor. A súplica “Alegra-nos na mesma proporção de dias quanto nos tens afligido e na mesma quantidade de anos quantos suportamos calamidades.” (verso 15) mostra, sem sombra de dúvidas, que é possível recomeçar. Recomeçar e evitar a “canseira e enfado”.

Para que cheguemos à maturidade saudável

Viver após os 70 anos não significa, necessariamente, viver em “canseira e enfado”. Lembre-se que as dores e sofrimentos na Terceira Idade são resultados das escolhas feitas no passado. Lembre-se que as escolhas tem consequências duradouras e vai se manifestam na velhice. Lembre-se que “Faltas e coisas ocultas” habitam o espírito e causam o adoecimento do espírito que, por sua vez, causa dores e sofrimentos.

A medicina grega antiga ensina: “mente sana, corpóreo sano”. Só diante da face luminosa do Senhor as “faltas e coisas ocultas” podem ser reveladas. Reveladas e perdoadas.

As escolhas que fizermos hoje determinarão, em grande parte, se teremos um envelhecimento saudável ou não. “Canseira e enfado” ou “seiva e verdor”. Portanto, qualidade de vida que resulte em vida saudável inclui cuidados físicos e emocionais. Mas de nada valerá ter um corpo são e uma emoção sã se o espírito estiver doente.

Deixe uma resposta