Dia Internacional da Mulher

Carrousel, Reflexão

Texto: Gn. 1,27: “Assim Deus criou os seres humanos; ele os criou parecidos com Deus. Ele os criou homem e mulher “(VTLH) Na história da humanidade criou-se o conceito de que quem manda é homem. Isso é machismo tem alto grau ponto. Pensou-se ao longo dos anos que a mulher é menos gente do que o homem. Por exemplo: o rei podia ter quantas mulheres quisesse. Isso levou Moisés a pensar como poderia ser a nova sociedade hebraica depois do êxodo. O 4º mandamento coloca o homem e a mulher na mesma posição porque as diferenças físicas e naturais não são para separar homem e mulher, mas para complemento da vontade de Deus que é a preservação da espécie. Qual o lugar da mulher na Bíblia? O texto de Gênesis 1, 27 mostra a igualdade diante de Deus e diante dos homens. Um pode aperfeiçoar o outro através do amor; um pode ser instrumento de salvação para o outro. Passando 400 anos de cativeiro no Egito os hebreus aprenderam a dominar a mulher, é o famoso quem manda em casa é homem. Na pirâmide familiar estava o pai, a mãe, os filhos e as filhas. Gênesis 2,18 – “Depois o Senhor disse: – Não é bom que o homem viva sozinho. Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade”. Gênesis 3,16 – Para a mulher Deus disse: – Vou aumentar o seu sofrimento na gravidez, e com muita dor você dará à luz filhos. Apesar disso, você terá desejo de estar com o seu marido, e ele a dominará”. Entre estes dois versículos os homens fizeram opção pelo segundo apesar de vários versículos fazerem exaltação a mulher. Como a Bíblia não esconde nada são mostradas atitudes servis e direitos limitados ao ponto de não serem nem contadas com registra Mateus 14,21 – “Os que comeram foram mais ou menos cinco mil homens, sem contar as mulheres e as crianças.” O 4º mandamento não visa só o pecado, mas apresenta igualdade para a mulher no lar e na sociedade. Desde o princípio que ao homem foi determinado a chefia do lar, mas com o passar dos anos a esposa passou a reconhece-lo como seu amo. Além de mantenedor é ele que educa os filhos homens; que controla a liberdade das filhas e cuida da vida das crianças. Nesta visão do papel do homem cabe a mulher apenas a função de mãe. E hoje como está a posição da mulher na sociedade? Na sociedade ocidental os salários são desiguais, dificuldades na área educacional, participação mínima na vida pública, econômica e cultural. Chega-se ao extremo de transformar a mulher em objeto de consumo e de exploração. Na pirâmide familiar brasileira a mulher tem sido pisoteada, maltratada, e morta, pois ainda hoje vivemos a mentalidade do Faraó. Até pouco tempo era obrigada a perder o sobrenome, como perda da própria identidade, para assumir a identidade do marido. A mulher continua sendo desrespeitada no trabalho, no transporte, no trabalho e em casa. Desrespeito este que é fruto de uma submissão imposta pelo homem, por séculos, colocando-a em grau de inferioridade. O importante hoje no dia Internacional da Mulher refletir sobre o papel e a função que Deus e não o homem deu a mulher. A Bíblia ensina que a mulher deve buscar os seus os seus direitos, como fizeram as filhas de Zelofeade (Nm.27,1-8). Numa sociedade ocidental tão machista é bom lembrar o que a Bíblia ensina aos homens a respeito das mulheres (1º Pe 3, 7), Amor (Ef 5,25), Consideração (Gn 2, 23 e Mt 19, 5), Fidelidade (Pv 5,19). No dia Internacional da Mulher é bom refletir sobre o papel da mulher no lar, na igreja, no trabalho e na sociedade. Mulher lembre-se. Foste criada para ser companheira, ajudadora e não escrava do homem. Cristo nos tornou Igreja, sem distinção de sexo, isto é, vários membros de um único corpo. (Rev. Pinho Borges)

Deixe uma resposta