Dia das Bruxas: uma comemoração sem sentido

Carrousel, Reflexão

“Há alguns anos, na noite de 31 outubro, meu carro foi emplastrado com gemas de ovo cruas por alguns adolescentes do bairro onde moro. Até hoje tenho um pouco de emoções mista sobre Dia das Bruxas”. disse David Robert, a um jornal de Nova Iorque/USA.

Continuando falar, ele disse: “Todas as vezes que lavava o meu carro, tentava remover as manchas que escorreram no carro, mas era em vão. As feridas infligidas por esse Dia das Bruxas, pelos aqueles adolescentes travessos permaneceram até eu vender o carro. Eu não, sou o único que tem medo deste Feriado”. Disse Ele.

O Dia das Bruxas foi impingido nas mentes das crianças, que se vestindo como fantasmas e/ou bruxas, são enviadas na noite de 31 de outubro para exigir tributo dos vizinhos.

É um festival velho e não tem nada de infantil, nem estar associado com bons trabalhos comunitários. 

Originalmente o dia das bruxas era um festival Céltico que marcava o início de inverno.

Os Celtas chamaram isto a Morte do Ano, isto é, o tempo quando em suas crenças, os fantasmas dos mortos voltavam para assustar os vivos.

O dia das Bruxas, na crença cética, era a noite quando os espíritos dos mortos negligenciados pelos familiares, assumiam a vingança contra os seus ingratos descendentes. Para eles estes espíritos viam a terra na forma de morcegos, corujas, duendes e fantasmas.

As palavras de Jesus, registradas por Lucas no Novo Testamento, revelam que os mortos não se comunicam com os vivos. “Contudo, Abraão lhe afirmou: ‘Eles têm Moisés e os Profetas; que os ouçam!’. Mas ele insistiu: ‘Não, Pai Abraão! Se alguém dentre os mortos for ter com eles, certamente se arrependerão’. Abraão, concluindo, lhe afirmou: ‘Se não ouvem a Moisés e aos Profetas, tampouco se permitirão converter, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos!’. (Lucas 16, 29-31).

A Igreja Cristã nunca aceitou o dia das bruxas.

A igreja Católica até adotou homenagear seus mártires com o dia de Todos os Santos, seguido do dia de Todas as Almas (finados).

O dia das Bruxas tem se tornado um dia de destruição, não só do ponto de vista material, mas também do espiritual das pessoas.

Não pense que é algo infantil como parece. Por trás dele está toda uma estrutura maligna de religiosidade.

Nunca permita, nem incentive os seus filhos participem dessa festividade pagã.

Deixe uma resposta