Cuidado com as deformidades ósseas.

Vejamos os alertas do sábio Salomão.

CUIDADOS COM AS DEFORMIDADES ÓSSEAS[1]No dia em que tremerem os guardas da casa”. Todos precisam saber que as deformidades ósseas não são consequências do envelhecimento embora, sejam mais frequentes nas pessoas idosas.

Os guardas da casa é uma representação dos braços e mãos, que antes eram fortes e ativas, e com o envelhecer vão ficando frágeis. As mãos, agora trêmulas podem ser sinal de parkinsonismo, as articulações dos dedos afetadas pode ser artrite reumatoide, causando dor, inchaço e rigidez.

E se encurvarem os homens fortes”. Os homens fortes simbolizam as pernas e coxas atingidas por doenças que afetam a mobilidade. Para continuar forte é preciso seguir as recomendações das caminhadas e exercícios físicos.

As deformidades ósseas também atingem a coluna vertebral através de doenças como Cifose, Escoliose e Lordose que tem início na fase da adolescência e vão repercutir no envelhecimento, por isso elas devem ser tratadas de forma adequada, pois no envelhecimento fica mais difícil reverter a situação.

Segundo a literatura ortopédica[2], as deformidades da coluna se formam no período pós-crescimento, sendo que a estatura da coluna vertebral diminui um centímetro a cada dez anos[3], após os 40 anos de idade. Esta diminuição se deve as modificações nos arcos dos pés, alterações nos discos intervertebrais, entre outras.

Quando o corpo inclina em direção ao pó, reduz a sua flexibilidade e sustentação trazendo alterações na postura e no desempenho no dia a dia. Em muitas pessoas a acentuação da curvatura da coluna é tão visível que nos lembra da Bíblia: “Veio do pó e para ele voltarás”. No geral as pessoas sofrem com problemas de coluna por conta da degeneração das intervertebrais, da osteoporose que leva a perda óssea provocando deformação e diminuição da estatura, e da obesidade que contribui para a compressão das articulações intervertebrais.

Os cuidados com a postura na juventude, a prática de caminhadas, os exercícios de alongamento e as atividades esportivas são necessárias para prevenir problemas na coluna e estimular o tecido ósseo, deixando o mesmo mais resistente. Na fase do envelhecimento a hidroginástica e natação são as práticas mais indicadas. Como podemos observar a deformação da coluna não é consequência do envelhecimento ela começa logo cedo na vida; o caso mais famoso da escoliose é o Corcunda de Notre Dame, personagem do romance de Vitor Hugo.

Calebe um dos espias no êxodo, não reclamou da locomoção quando estava no deserto, tendo como estrada as Cordilheiras do Sinai, nada de enfado e canseira. Ele declarou: “Eis, agora, o SENHOR me conservou em vida, como prometeu; quarenta e cinco anos há desde que o SENHOR falou esta palavra a Moisés, andando Israel ainda no deserto; e, já agora, sou de oitenta e cinco anos[4].

(Extraído do livro: Envelhecimento. O que todos precisam saber. Autoria: Pinho Borges.)


[1] Eclesiastes 12,3. – “No dia em que tremerem os guardas da casa, e se encurvarem os homens fortes”.

[2] http://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080906073646AAAI0iA

[3] http://www.efdeportes.com/efd130/idosos-uma-revisao-sobre-a-fisiologia-do-envelhecimento.htm

[4] Josué 14,10s.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *