Caso Nise Yamaguchi e os idosos

Caso Nise Yamaguchi e os idosos

PINHO BORGES – No dia 1º de junho de 2021, início do mês de combate à violência a pessoa idosa, a política nacional, representada pela “CPI da Covid”, mostrou ao mundo, que no Brasil o respeito pela pessoa idosa é apenas no papel.

Senadores idosos e pré idosos desrespeitaram a médica Nise Yamaguchi, idosa de 62 anos, dona de um currículo extenso e invejável, sendo humilhada por ‘pitaqueiros robóticos’ que não tem o menor respeito da Sociedade Brasileira; digo Sociedade Brasileira, porque há uma parte da sociedade que não tem nada de brasileira.

Quem assiste os vídeos; assiste a um festival de violência psicológica que é caracterizada pelo uso de agressões verbais com a finalidade de intimidar, humilhar, discriminar, isolar a pessoa, e que pode causar depressão, alienação, desordem pós-trauma, culpabilidade, medo e desesperança.
Lembrando que os estragos provocados da violência psicológica na pessoa idosa são poucos denunciados por não ter provas visíveis ou por temor.

O ESTATUTO DO IDOSO, busca, pelo menos na forma da Lei, desenvolver ações com o objetivo de inibir tal violência.

O Art. 96. Do ESTATUTO DO IDOSO que trata da discriminação da pessoa idosa, prever uma penalidade de reclusão de entre 6 (seis) meses a 1 (um) ano, além de multa.
E o Art.96, em seu Parágrafo 1º, diz que incorre na mesma pena “quem desdenhar, humilhar, menosprezar ou discriminar pessoa idosa, por qualquer motivo”.
O Parágrafo 2º, determina que “A pena será aumentada de 1/3 (um terço) se a vítima se encontrar sob os cuidados ou responsabilidade do agente”. Aqui cabe ressaltar que a Dra. Nice estava “sob os cuidados” dos agentes públicos, que são os senadores.

No Art. 99. Do ESTATUTO DO IDOSO diz que “Expor a perigo a integridade e a saúde, física ou psíquica, do idoso, submetendo-o a condições desumanas…” é crime com Pena de Detenção que varia de “2(dois) meses a 1 (um) ano e multa”.
Mas o que observamos é que esses atos criminosos contra a pessoa idosa são tratados na forma de “suave rejeição”.
A violência psicologia é capaz de produzir sentimento de improdutividade e inutilidade que se exteriora com comportamentos.
Como todo brasileiro, há exceções, estou indignado com os pseudos fazedores de leis. E expresso a minha solidariedade a Dra. Nice.

Quem promove violência psicológica aposta na impunidade, por isso pousa como de um “Aletheia”, mas não passam de um “Hemera”, no Olímpio da Impunidade.
É triste observar que a Lei só é voraz contra o cidadão comum, para este ela, a lei, faz todos os esforços para puni-lo.
Pior. Desesperançado vou morrer e não verei o ESTATUDO DO IDOSO sair do papel.
Digo desesperançado, porque o episódio da Dra. Nice Yamaguchi, revelou a realidade diária sofrida por milhares de idosos brasileiros.
Mesmo desesperançado, mandei uma mensagem a Ministra Damares Alves, lembrando da necessidade de colocar o Estatuto do Idoso em ação, pois considero que a punição é mais forte que o repúdio.

Como idosos só nos clamar ao Senhor, como fez Davi: Não me desampares na minha velhice; quando me faltarem as forças, não me desampares.
Essa é a MINHA OPINÃO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *