Casal de idoso será indenizado pelo Uber.

Casal de idoso será indenizado pelo Uber.

Um casal de idosos será indenizado pela Uber que foi agredido por motorista. O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) entendeu que a Uber faz parte da cadeira de prestação de serviços e tem responsabilizada por danos morais.

A decisão do TJ-SP defini que a Uber deve pagar o valor de R$ 8.000,00 para cada idoso agredido pelo motorista do aplicativo.

Entenda o caso. Segundo o processo, o casal de idosos, solicitou a corrida pelo aplicativo, ao entrarem no carro percebeu uma lata na mão do idoso e sem identificar o produto foi recusando os passageiros dizendo que “não entraria bêbados” em seu carro.

E, mais ao saírem do veículo, os idosos foram agredidos e empurrados pelo motorista. Pasmem! O idoso portava apenas uma lata de Água Tônica.

O TJ-SP rejeitou o recurso da Uber, “Em razão da agressão, os autores – idosos – sofreram lesão leve, conforme laudo pericial; fato que, por norma de experiência, traz sempre dor, sofrimento, angústia, aflição, perturba a tranquilidade e sentimentos, a gerar dano moral, passível de indenização”.

“E com razão, por isso que na interpretação dos dispositivos do Código de Defesa do Consumidor, o STJ vem decidindo que todos aqueles que participaram da introdução do produto ou serviço no mercado respondem solidariamente por eventual defeito ou vício, isto é, imputa-se a toda cadeia de fornecimento a responsabilidade pela garantia de qualidade e adequação”, afirmou o desembargador Matheus Fontes, relator da matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *