Carnaval: Quem Brinca Com Quem?”

Queridos. a paz do Senhor seja convosco. Hoje mais uma vez somos agraciados pela oportunidade de refletir sobre um tema crucial para nossas vidas cristãs: o Carnaval.

O título da reflexão nos traz à mente a importância de amadurecer em nossa jornada cristã, abandonando as práticas mundanas que, muitas vezes, nos envolveram no passado, especialmente durante o período de Carnaval.

O Carnaval, como bem nos alerta a reflexão, pode deixar sequelas morais e de consciência em quem se entrega à folia desregrada. Muitos de nós, ao recordarmos carnavais passados, somos confrontados com pensamentos sofridos, lembranças de brincadeiras inconvenientes, bebedeiras, imoralidades, vexames e preocupações aos pais. No entanto, ao desligarmos o botão do passado e ligarmos o botão do presente, uma transformação ocorre.

Agora, como nova criatura em Cristo, experimentamos um alívio por ter escapado das práticas que nos aprisionavam. A alegria se manifesta em saber que somos moradas do Espírito Santo, e essa alegria é diferente da efêmera satisfação carnal. É um gozo espiritual extremamente agradável que transcende as experiências passageiras do mundo.

Durante esse período de recesso do carnaval, sugiro duas atitudes que devem permear nossos corações. Em primeiro lugar, a gratidão a Deus por nos livrar das práticas prejudiciais. Lembremo-nos do Evangelho, da resistência inicial, do processo de conversão, do dia da entrega a Cristo e dos irmãos que nos acolheram na igreja. Portanto agradeçamos a Deus por Cristo, por todas as bênçãos e por nos conduzir pelo Caminho da Verdade.

Em segundo lugar, cultivemos um espírito de oração contínua pelos que ainda estão escravizados pelo coração endurecido, iludindo-se com as misérias do mundo. Independentemente de estarem envolvidos nas festividades carnavalescas ou afastados delas, o fato é que estão sem Cristo. Recordemos que quem não tem Cristo não tem nada. Oremos, irmãos, para que o Senhor tenha misericórdia daqueles que amamos e que ainda estão distantes Dele.

Que esta reflexão nos leve a uma profunda gratidão por tudo que Deus fez e faz em nossas vidas, e que nossas orações se estendam aos que precisam encontrar a verdadeira liberdade em Cristo. Que Deus nos abençoe e que tenhamos dias abençoados na presença do Senhor. Amém.

Queridos. Que o amor eterno de Deus esteja ao seu redor, oferecendo-lhe conforto e coragem diante das adversidades. Que Sua graça o sustente, permitindo que você supere obstáculos com determinação. E que a misericórdia divina lhe conceda perdão e renovação.

Ministração do Reverendo Pinho Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *