A vitória da vida na celebração da páscoa

Celebremos a maior verdade da nossa fé: a Páscoa, a vitória definitiva da vida sobre a morte. A celebração da Páscoa é o coração da nossa fé, pois ela nos traz a certeza inabalável de que, em Cristo, a vida sempre vence a morte.

A Vitória da Vida na Celebração da Páscoa

Queridos, celebremos, hoje a maior verdade da nossa fé: a Páscoa, a vitória definitiva da vida sobre a morte. A celebração da Páscoa é o coração da nossa fé, pois ela nos traz a certeza inabalável de que, em Cristo, a vida sempre vence a morte.

Nossa jornada neste mundo está repleta de desafios, trabalhos e lutas. Há momentos em que somos tentados a ceder ao desespero, à descrença e à indiferença. No entanto, a celebração da Páscoa vem nos lembrar que não caminhamos em direção ao vazio, mas sim à luz e à paz que emanam do Ressuscitado. Esta não é uma utopia distante; é a realidade tangível do dom e compromisso que Cristo nos confiou.

Somos chamados, como Igreja Viva, a sermos portadores desta mensagem transformadora. Acreditamos que seguir os ensinamentos de Jesus de Nazaré, o Cristo Senhor, é o caminho que nos conduz ao Pai. Este caminho não é apenas uma trajetória espiritual individual, mas uma jornada comunitária que deve se refletir em ações concretas dentro da nossa comunidade civil.

A experiência pascal é um convite para olharmos para a madrugada do domingo de Páscoa com a mesma alegria e espanto que invadiram os corações dos apóstolos e das santas mulheres. “Ele está vivo, Ele está no meio de nós, a morte foi vencida!” – esta proclamação não é um eco do passado, mas uma realidade viva e pulsante que deve ressoar em cada um de nós.

Nossa fé na ressurreição de Cristo nos impulsiona a encarar as diversas situações de morte que nos cercam – seja na forma de injustiças, desigualdades, ódio ou indiferença – com a certeza renovada de que o bem tem a última palavra. Em Cristo Ressuscitado, encontramos não apenas a promessa, mas a garantia da vida e da ressurreição.

A Páscoa, portanto, não se restringe a uma experiência mística distante da nossa realidade. Ela é vivenciada em nossa vida diária, nas atitudes concretas de solidariedade, justiça, fraternidade e perdão. Quando nos unimos para lutar por um mundo mais justo, quando perdoamos e nos reconhecemos como irmãos, estamos vivendo a verdadeira essência da Páscoa.

Este caminho de amor e serviço, inaugurado por Cristo, é o caminho que nos conduz ao Pai. “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei” – estas palavras não são um ideal inatingível, mas um mandamento prático que deve orientar nossas ações e relações.

Portanto, que a celebração da Páscoa nos inspire a sermos testemunhas vivas da ressurreição. Que ela nos mova a experimentar e a manifestar em nossas vidas a vitória da vida sobre a morte. E que, fortalecidos pela fé e pela esperança que brotam do túmulo vazio, possamos ser sinais de ressurreição em um mundo que tanto necessita da luz de Cristo.

Que a alegria e a paz da Páscoa estejam com todos vocês, hoje e sempre. Amém.

Ministração Rev. Pinho Borges

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *