A RESPOSTA BRANDA

Carrousel, Reflexão

A RESPOSTA BRANDA
A resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira. Prov. 15,1.

Há um velho ditado brasileiro que diz: “Quando um não quer, dois não brigam. ”
De uma simplicidade sem igual, mas de uma profundeza imensurável.
É uma maneira popular de dizer o que Salomão disse a séculos.
Isto é. Não há coração que resista diante de uma resposta gentil.
Queridos. A vida é como um espelho recebemos de volta a imagem que projetamos.
Palavras duras geram reações agressivas enquanto que as suaves geram atitudes gentis.
‘Eseb’ é um adjetivo da língua hebraica que é traduzido por ‘duro’, mas que também pode ser traduzido como “que provoca dor”.
As palavras são como facas de dois gumes.
Servem para o bem ou para o mal.
Apaziguam ou esquentam os ânimos.
Consertam relacionamentos ou os destroem.
Trazem alegria ou provocam a dor.
Pense nas vezes que poderia ter usado a palavra de modo mais edificante e não usou. Não precisa ir muito distante no tempo.
Pense apenas no que aconteceu essa semana.
A Bíblia nos ensina que quando as setas envenenadas do furor tentarem nos atingir, devemos usar como escudo protetor a resposta branda. Não entre no jogo da provocação. Não responda no mesmo tom. Se deixar levar pela paixão do momento, não sinal coragem ou sabedoria.
Não pense que ao vencer os outros, é sinal de fortaleza. Fortaleza é vencer a si mesmo, aí sim somos poderosos. Mas esse tipo de vitória só é possível ser alcançada com a ajuda de Deus. Pois o controle das palavras começa com o controle das emoções, e isso é obra do Espírito Santo.
Já ouvi muitas vezes pessoas que me dizem: “Eu sei que as minhas palavras ditas de maneira inapropriada me criam problemas, mas não consigo fazer nada para mudar esse meu jeito de ser.”
Essa é a diferença entre o Humanismo e o Cristianismo.
Enquanto o humanismo coloca a responsabilidade nos ombros da pessoa, insinuando que a força do poder está no interior de cada um. O Cristianismo ensina que o poder não provém de dentro, mas de cima, de Deus.
A mudança de temperamento é um ato divino.
Inicie suas atividades colocando sua vontade sob o controle divino.
Deixe que Jesus viva em você e controle as suas palavras.
Não esqueça: “a resposta branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira”.

Deixe uma resposta