Aconteceu, Carrousel, Idoso em Foco, Reflexão

No domingo, 25 de agosto de 2019 cumprindo agenda o Rev. Pinho Borges, Secretário Nacional da Pessoa Idosa, ministrou a Palavra do Senhor no Culto Vespertino da Igreja Presbiteriana de Tejipió em Recife/PE, que é pastoreada pelo Rev. Gedeão Ferreira.
Em sua mensagem o Rev. Pinho Borges destacou a necessidade de termos a identidade cristã e usou o texto de João 5:24-29.
INTRODUÇÃO
– Salvar tem o significado de livrar, preservar e quando se trata de Cristianismo pensamos logo em vida eterna, em gozo, em ventura, em felicidade, vida presente e vida futura, vida na terra e vida nos céus. O que significa: ‘ouvir a palavra de Jesus e crer no Pai que O enviou’?

Significa três coisas. (1) Significa crer que Deus é como Jesus diz que Ele é. Isto é, Ele é amor e que ao entramos em uma nova e íntima relação com Ele, descansamos nEle. (2) Significa que devemos viver o modo de vida de Jesus, por mais duro e difícil que seja, e por mais sacrifícios que implique, pois nele entramos no caminho da paz e da felicidade. Rechaçá-lo é ir para a morte e o juízo. (3) Significa que recebemos força do Espírito Santo, para enfrentarmos as dificuldades da vida cristã.

Quando cremos que Jesus é Deus; quando vivemos de acordo com os seus ensinos; e quando temos o Espírito Santo. TEMOS: (1) Nova relação com Deus. Que por amor (Jo 3,16) deixa de ser juiz para ser pai; deixa de estar distante e passa estar em nós, (próximo); a convivência estranha se converte em algo íntimo. (2) Nova relação com os homens. O ódio se transforma em amor; o egoísmo em serviço; o rancor em perdão. (3) Nova relação conosco mesmos. A fragilidade se transforma em fortaleza; a frustração em êxito; a tensão em paz.

A SALVAÇÃO VEM PELO OUVIRJo.5:24.( “Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida.)A ideia de ouvir, não é simplesmente o ato de escutar, pois se assim fosse os surdos estariam fora do plano de Deus. Ouvir é ter a certeza que foi salvo pela Graça de Deus.

A SALVAÇÃO TRAZ PRIVILÉGIOS – Quando somos salvos imediatamente entramos no gozo da vida eterna, porque a salvação não é algo para o futuro, mas para o presente e para toda eternidade. Jesus disse: “quem ouve as minhas palavras e crer naquele que mim enviou TEM a vida eterna”. Tem está no presente do indicativo, significando: agora. Quando se tem Jesus “não há condenação agora para os que estão em Cristo”, pois Ele nos livrou da lei, do pecado e da morte eterna (ZOE). Fomos transformados em novas criaturas, e saímos de uma vida carnal para uma vida espiritual. Somos novas criaturas.

A SALVAÇÃO E RESSURREIÇÃO – A salvação é a garantia da ressurreição (Jo.5:25 – Eu lhes afirmo que está chegando a hora, e já chegou, em que os mortos ouvirão a voz do Filho de Deus, e aqueles que a ouvirem, viverão).O texto lido se refere da morte espiritual e de ressurreição espiritual. O Novo Testamento relata três ressurreições praticadas por Jesus em forma material espiritualmente (Lazaro, a filha de Jairo e o filho da viúva em Naim). Neste texto João emprega a palavra morto com dois sentidos.

(1) Ele se refere àqueles que estão mortos no espírito. E que Cristo trará nova vida aos que estão espiritualmente mortos. O que significa estar morto no espírito?

(a) Estar morto no espírito significa aceitar a derrota. É achar nada pode mudar na vida é continuar tal como é. É o eu nasci assim, vou morrer assim. A vida cristã não pode permanecer imóvel. Devemos estar sempre caminhando em direção da estatura do varão perfeito.  (b) Estar morto no espírito significa perda do sentido da vida. Há muitos que experimentaram sentimento profundo ante o pecado, a dor e o sofrimento. Mas foram se acostumando e tornaram insensível ao pecado. Quando não se tem medo do pecado é porque o espírito está morto. (c) Estar morto no espírito significa está fechado para Deus. Quando a nossa mente está tão fechada que não pode aceitar uma nova verdade, estamos fisicamente vivos, mas a nossas mentes e espíritos estão mortos. Quando rejeitamos a verdade (Cristo) nossa vida entra em colapso e morremos espiritualmente. Para o cristão Verdade e vida são sinônimos. (d) Estar morto no espírito significa excluir da vida o arrependimento. Quando se peca em paz, é porque a vida espiritual está morta. No dia em que o pecado não tiver, mas importância; quando o pecado perder seu aspecto rebeldia contra Deus o espírito estará morto. A primeira vez que fazemos algo mau, fazemos com temor e apreensão. Na segunda vez, fica mais fácil. Na terceira vez, fica ainda mais fácil. Se continuamos fazendo-o chega um momento em que nem sequer refletimos mais a respeito de nossa ação.

Para evitar a morte espiritual o homem deve manter-se sensível ao pecado, coisa que consegue mantendo-se sensível na presença de Jesus Cristo.

(2) Mas nesta passagem João emprega a palavra morto em sentido literal. E deu-lhe autoridade para julgar, porque é o Filho do homem. “Não fiquem admirados com isto, pois está chegando a hora em que todos os que estiverem nos túmulos ouvirão a sua voz e sairão; os que fizeram o bem ressuscitarão para a vida, e os que fizeram o mal ressuscitarão para serem condenados.

CONCLUSÃO – As Escrituras nos ensinam que uns gozarão a vida eterna, enquanto outros vão receber o fogo eterno. Daí se concluem que:

  • Iludem-se os que julgam que tudo finda com a morte.
  • Enganam-se os que supõem que não há castigo eterno.
  • Que é certo que há uma ressurreição para ouvir-se a sentença.

Ao ouvir a voz de Cristo que sejamos contados com aqueles que são herdeiros de Deus por Jesus. Ouvido o chamar: Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; (Mateus 25:34).

Deixe uma resposta