26.07.2018 – Mudança de nome da Secretaria.

Aconteceu, Carrousel, Últimas Notícias

COMISSÃO XIV – Secretarias Gerais – SC/IPB-2018 – DOC.CLXI – Quanto ao documento 105 – Oriundo do(a): CE-SC/IPB 2016 – Ementa: Solicitação de Alteração de Nomenclatura para Secretaria Geral da Terceira Idade.
Considerando:
1. A pertinência da presente solicitação;
2. Que a mudança promoverá a adequação dos termos ao uso correto segundo o uso técnico e social;
3. Que a nomenclatura em nada prejudicará o entendimento das competências quanto às ações da presente Secretaria Nacional;
4. Que o termo “Trabalho com a Pessoa Idosa“ comunica os objetivos da presente Secretaria, ou seja, o cuidado e o zelo requeridos à faixa etária alvo.
O SC/IPB – 2018 Resolve:
1. Tomar conhecimento;
2. Aprovar a adequação de nomenclatura, sendo:
a.Em lugar de Secretaria Geral da Terceira Idade alterar para SECRETARIA NACIONAL DA PESSOA IDOSA.
b.Em lugar de Secretário Geral da Terceira Idade alterar para SECRETÁRIO NACIONAL DA PESSOA IDOSA.
3. Rogar as ricas bênçãos do Senhor Deus sobre esta nobre Secretaria.”

A mudança das nomenclatura das secretarias e dos secretários foi uma reivindicação do Rev. Pinho Borges. O processo começou no Supremo Concílio de Natal em 2014 finalizando no Supremo Concilio de 2018.
Deixa de ser Secretarias e Secretários Gerais para Secretarias e Secretários Nacionais.
O texto da ata no Supremo Concílio de 2018 passa a registrar. “Eleger os seguintes secretários Nacionais:
2.1. Rev. Reginaldo José de Pinho Borges – Secretaria Nacional da Pessoa Idosa;
2.2. Rev. Valdeci da Silva Santos – Secretaria Nacional de Apoio Pastoral;
2.3. Presb. Paulo da Silveira Daflon – Secretaria Nacional do Trabalho Masculino;
2.4. Sra Niracy Henrique Bueno – Secretaria Nacional do Trabalho Feminino;
2.5. Presb. Alexandre Henrique Morais de Almeida – Secretaria Nacional do Trabalho da Mocidade;
2.6. Rev. Esdras Emerson de Souza – Secretaria Nacional do Trabalho com Adolescentes;
2.7. Rev. José Roberto Rodrigues Coelho – Secretaria Nacional do Trabalho da Infância”.

Deixe uma resposta